Dicas / 10 de outubro de 2019

Outubro chegou! E junto com ele, a conscientização sobre o câncer de mama!!

Este é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo, e é por isso que a prevenção e a conscientização sobre os mesmos são tão importantes!

A maior incidência ocorre após os 35 anos, mas é mais comum após os 50 anos, e é exatamente por este motivo que o exame de mamografia ​é indicado a partir dos 40 anos.

Caso você tenha alguém na sua família que desenvolveu o câncer de mama, é recomendado que se comece com o acompanhamento antes dos 40 anos de idade, pessoas com esse câncer no histórico familiar são mais suscetíveis a desenvolvê-lo!

O autoexame também pode te ajudar a ter um diagnóstico precoce, o que pode aumenta significativamente as chances de cura! Cerca de 80% dos tumores de mama são descobertos pelas próprias mulheres.

Os principais fatores de risco comportamentais relacionados ao desenvolvimento do câncer de mama são: excesso de peso corporal, falta de atividade física e consumo de bebidas alcoólicas.

Estima-se que por meio da alimentação, nutrição e atividade física é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama. Controlar o peso corporal e evitar a obesidade, por meio da alimentação saudável e da prática regular de exercícios físicos, e evitar o consumo de bebidas alcoólicas são recomendações básicas para prevenir o câncer de mama. A amamentação também é considerada um fator protetor.

Mas como realizar o autoexame?

A realização desse exame é recomendada para todas as mulheres maiores de 20 anos de idade. O autoexame é feito sete dias após o início da menstruação. Para mulheres após menopausa e homens (sim, o câncer de mama também afeta homens!), deve-se escolher um dia por mês para fazê-lo.

A partir dos 40 anos de idade, as mulheres devem realizar anualmente a mamografia, exame que permite a identificação de lesões não palpáveis. O câncer de mama atinge principalmente mulheres em idade em torno da menopausa (entre 45 e 55 anos). Em todas as faixas etárias podem aparecer nódulos benignos, que também vão precisar de tratamento.

O exame de mamas pode ser feito em frente ao espelho, em pé ou deitada(o).

Siga as seguintes instruções para o autoexame:

Em frente ao espelho:

  • Posicione-se em frente ao espelho;
  • Observe os dois seios, primeiramente com os braços caídos;
  • Coloque as mãos na cintura fazendo força;
  • Coloque-as atrás da cabeça e observe o tamanho, posição e forma do mamilo;
  • Pressione levemente o mamilo e veja se há saída de secreção.

Em pé (ou durante o banho)

  • Levante seu braço esquerdo e apoie-o sobre a cabeça;
  • Com a mão direita esticada, examine a mama esquerda;
  • Divida o seio em faixas e analise devagar cada uma dessas faixas. Use a polpa dos dedos e não as pontas ou unhas;
  • Sinta a mama;
  • Faça movimentos circulares, de cima para baixo;
  • Repita os movimentos na outra mama.

Deitada(o)

  • Coloque uma toalha dobrada sob o ombro direito para examinar a mama direita;
  • Sinta a mama com movimentos circulares, fazendo uma leve pressão;
  • Apalpe a metade externa da mama (é mais consistente);
  • Depois apalpe as axilas;
  • Inverta o procedimento para a mama esquerda.

Caso sinta algum nódulo ou mudança na textura ou tamanho, procure um médico ginecologista. Ele realizará o exame clínico de mama e poderá solicitar a mamografia.

Fontes:

http://saude.gov.br/saude-de-a-z/cancer-de-mama, acesso em 03/10/2019,

https://www.gineco.com.br/saude-feminina/exames-de-rotina/autoexame-das-mamas/, acesso em 03/10/2019.

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *